ENTRE A MODA E A ARTE: FRONTEIRAS, HIBRIDISMOS, CONTAMINAÇÃO com Marco Antônio Vieira

Aos sábados

Dias 13, 20, 27 de janeiro e 3 de fevereiro de 2018

Horário 10h às 13h

OU

Às quintas-feiras

Dias 18 e 25 de janeiro e 1 e 8 de fevereiro de 2018

Horário 19h às 22h

Total 4 encontros

Carga horária 12h

Investimento R$ 540

Inscrição https://galeriaponto.typeform.com/to/A8PdI9

Local Galeria Ponto. SCRN 710/711 Bloco D loja 23 subsolo

* Alunos terão 15% de desconto [não cumulativo] em impressão fine art na Galeria Ponto. durante o curso.

Sobre o curso

Este curso propõe um panorama analítico de uma história de supostas tensões e contaminações entre Moda e Arte. Mais que à mera apresentação destas relações, busca-se aqui um olhar que as possa desnudar dentro de uma perspectiva crítica. Este curso propõe categorias indiciais a partir das quais as aproximações e tensões entre Moda e Arte possam ser devidamente problematizadas: o virtuosismo artesanal e a densidade conceitual e autoral, entre elas. Investiga-se aqui a pertinência ou mesmo o que poderia ser uma espécie de oportunismo mercadológico a afetar o posicionamento de marca de certas grifes de Moda ao abraçarem fundações de amparo à Arte. Que espécie de chancela e legitimação a Arte aparenta emprestar à Moda? Ao mesmo tempo, interessa-nos a Moda enquanto estrutura simbólica e , portanto, cabe a indagação da possibilidade de pensar-se um empréstimo metafórico a marcar ondas que inevitavelmente afetam a Arte, seus objetos e manifestações como mercadoria a integrar um sistema. Compreender este terreno movediço e híbrido na contemporaneidade justifica, a nosso ver, este curso.

Público-alvo  

Interessados em compreender mais proximamente algumas das questões a rondar a complexidade das fronteiras entre os campos da Moda e da Arte.

Pré-requisitos Sem pré-requisitos.

Programa

Moda X Indumentária; Têxteis e a História da Arte; A Moda como Estrutura Simbólica; Moda e Arte: uma relação sustentável?; Moda, Arte e Mercado na Contemporaneidade

Metodologia

As aulas expositivas serão pautadas igualmente pela discussão de textos assinalados para leitura, assim como pela análise de obras que marcam a contemporaneidade na Arte.

Sobre o professor

Marco Antônio Vieira é doutorando em Teoria e História da Arte e Mestre em Teoria Literária pela UnB. Curador independente, responsável pela assinatura de exposições com obras de artistas como Vik Muniz, Rubem Valentim, Athos Bulcão, entre outros. Professor universitário em nível de Graduação e Pós-Graduação em Brasília, SP  (Centros Universitários SENAC e Belas-Artes) e Nordeste.

ARTE E FEMINISMO, UMA INTRODUÇÃO com Raisa Pina

Às terças-feiras

Dias 9, 16, 23 e 30 de janeiro de 2018

Horário 19h às 22h

Duração 4 semanas

Total 4 encontros

Carga horária 12h

Investimento R$ 540

Inscrição https://galeriaponto.typeform.com/to/nIV6CL

Local Galeria Ponto. SCRN 710/711 Bloco D loja 23 subsolo

* Alunos terão 15% de desconto [não cumulativo] em impressão fine art na Galeria Ponto. durante o curso.

Sobre o curso

A obra de arte não é mera ilustração da história, mas elemento participante direto da construção de discursos hegemônicos e da consolidação de formas de poder. Como elemento primordial de diferenciação social, o gênero e seu mecanismo de dominação permeia a produção artística desde os primórdios das civilizações, e ecoa na contemporaneidade perturbado pelas teorias feministas do século XX. Em resumo: a arte cristaliza e visibiliza o sistema patriarcal, sua violência e seus conflitos. A proposta do curso se apresenta como uma recusa à construção histórica hierárquica e tem como objetivo iluminar as posições ocupadas e reivindicadas pelas mulheres ao longo da história da arte. As aulas expositivas resgatarão nomes de artistas mulheres a partir do século XVII, debaterão algumas teorias feministas do século XX, analisarão produções artísticas atuais e se proporão a refletir sobre a relação entre arte, feminismo e sociedade.

Público-alvo  

Alunxs e professorxs de artes ou áreas correlatas, artistas, interessadxs em geral em compreender a mulher, sua posição, seu papel e suas reivindicações ao longo da história da arte.

Pré-requisitos Sem pré-requisitos.

Programa

1. Uma breve história do patriarcado; o espaço feminino tradicional; a musa, o nu, a artista; as artes têxteis; alguns nomes do século XVII; 2. O ensino desigual das academias de arte; amadorismo/profissionalismo; artistas brasileiras pioneiras; 3. Teorizando o feminismo: algumas autoras, seus apontamentos, críticas, reivindicações e colaborações; 4. Repercussões das teorias feministas nas artes plásticas contemporâneas; a experiência de algumas artistas; “o pessoal é político”.

Sobre a professora

Mestra em Teoria e História da Arte pela Universidade de Brasília, é jornalista, escritora e feminista. Interessa-se por aproximações entre arte, política e direitos humanos, e por debates sobre gênero e questões raciais. Pesquisa pinturas, em especial naturezas-mortas, relacionando as produções artísticas às estruturas sociais e aos contextos políticos respectivos.