Cursos de fotografia 2013

A Galeria Ponto. promoveu, no final de 2012, a criação de uma casa que abriga interessantes criadores da cidade. Com um amplo espaço para exposições, laboratório de impressão fine art e uma garagem-jardim coletiva, reúne fotógrafos, produtores, designers, arquitetos, ilustradores e cineastas em um só lugar. Para celebrar essa nova fase e compartilhar a casa, a Galeria Ponto. preparou uma programação de cursos livres de fotografia, que atendem desde quem quer começar, até fotógrafos que buscam aprimorar o seu trabalho. Convidamos profissionais de destaque, que estão constantemente pesquisando e produzindo, para compartilhar saberes em um ambiente descontraído e vivo.

fernando-ribeiro-itc3a1lia-2011.jpeg

A primeira turma já está em andamento. Por meio de experiências simples e encantadoras, os alunos colocam em prática os conhecimentos óptico-químicos recém-adquiridos no curso “Com fótons grafando: uma introdução à fotografia”, ministrado pelo professor Fernando Ribeiro. Com uma abordagem detalhada sobre os mecanismos que tornam possíveis os processos de formação/fixação da imagem, sua evolução ao longo da história e um entendimento sobre a combinação dos fatores técnicos necessários para obtenção de resultados específicos, os alunos saem com um domínio que lhes permite manusear qualquer câmera e o mais importante, produzir imagens de forma consciente.

886419_351264104975169_18122069_o.jpg

Para quem já tem algum contato com fotografia e se interessa por Retrato, em abril teremos um workshoptotalmente dedicado ao assunto, com o fotógrafo Diego Bresani, conhecido por seus expressivos retratos de artistas. Com uma formação que passa pelo teatro e pela célebre fotografia de Grande Formato, Bresani propõe a análise e produção de retratos, tendo como referencial pintores, fotógrafos clássicos e contemporâneos, seus modos de lidar com a luz, composição e direção dos retratados. Na terceira aula, os alunos terão a oportunidade de vivenciar esse processo, com um ator/atriz convidado(a). O workshop começa no dia 16 de abril e as matrículas vão até o dia 12.

120117_brasc3adlia_514-edit.jpg

Seguindo a programação, em maio, recebemos a fotógrafa Joana França com o curso “Fotografia de arquitetura e cidades”. Arquiteta de formação, pela Universidade de Brasília, Joana estudou fotografia no International Center of Photography, em Nova York. No curso, conciliará tanto a fotografia documental de arquitetura, que tem um compromisso com a representação clara e direta, sem distorções, e uma fotografia artística, que não tem um compromisso objetivo com a estrutura fotografada, senão com um forte impacto visual. Abordará ainda um breve histórico da história da fotografia de arquitetura e de cidade, através da produção de importantes fotógrafos, os equipamentos necessários e, claro, exercícios práticos. O curso começa no dia 14 de maio e as inscrições já podem ser feitas através do site da Galeria Ponto.

wh-site-11_905.jpg

Em junho, chega a hora do workshop “Desconstruindo a Luz: Experimentação e Prática”, com o fotógrafo mineiro Gui Mohallem. Graduado em Cinema e Vídeo pela ECA/USP, em 2011 teve seu trabalho premiado pela Fundação Conrado Wessel, na categoria ensaio fotográfico. Com trabalhos expostos no Paraty em Foco, nas galerias Olido, Babel, Baró Cruz, Emma Thomas e tantas outras, Gui compartilha um pouco de sua experiência, com uma das características que tornou seu trabalho muito particular, o uso da cor. No workshop, os alunos farão experimentações com a luz e a cor, utilizando equipamentos de iluminação de cinema. Confira o programa completo aqui.

Em julho, teremos o curso “Novos territórios da fotografia documental – Estratégias narrativas e webdocumentário”, com Carlos Henrique R de Siqueira, Doutor em Ciências Sociais e editor do zine de fotografia IN.CA [intervenções Críticas]. O gênero documental sempre desempenhou um papel dominante no campo da fotografia. Integrando sua função tradicional de registrar e contar estórias com as tecnologias disponíveis, fotógrafos documentais de diversos tipos transformaram o gênero ao longo do tempo em uma poderosa ferramenta narrativa. Desde o relativo abandono das câmeras de grande formato no início do século 20, em favor da mobilidade das câmeras de 35mm, até o momento da fotografia digital, as narrativas documentais desenvolveram estratégias cada vez mais elaboradas.

No cenário contemporâneo, uma transformação significativa está em andamento, provocada pela facilidade proporcionada pelas novas tecnologias em promover a conjunção da fotografia (still), do vídeo (imagem em movimento) e do som, aliada à internet como plataforma de difusão. Às vezes chamada de minidocumentário, webdocumentário ou fotojornalismo multimídia essa nova articulação da linguagem documental incorpora a habitual profundidade de conteúdo e informação própria do gênero a um formato adequado para sua circulação on line.

img_6325.jpg

Essas mudanças têm obrigado fotógrafos documentais e fotojornalistas a repensar as formas de elaborar seus trabalhos, as estratégias narrativas, as formas de apresentação e os meios de circulação de sua produção, de modo que o curso tem três principais objetivos: compreender as razões dessa transformação; dotar os alunos de um repertório mínimo de conhecimentos técnicos e conceituais para a produção de peças multimídia; proporcionar a experiência de produção de um trabalho coletivo a ser finalizado até o final do curso.

foto-1-dilvugac3a7c3a3o-curso.jpg

E por fim, para encerrar essa programação que abrange um semestre, teremos o curso “Tratamento de imagem”, ministrado pelo manipulador de imagens Lucas Malta e pelo diretor da Galeria Ponto, Bruno Bernardes. O curso visa instrumentalizar os alunos para uma utilização otimizada do software Photoshop, abordando questões relativas ao gerenciamento de cor, fluxo de trabalho, tratamento de imagens e suas possíveis saídas, dentre elas a impressão fine art. O curso acontece em agosto.

Dúvidas? Acesse o nosso FAQ ou entre em contato:
61 9655 1693

cursos@galeriaponto.com.br